sexta-feira, 25 de março de 2011

O PCdoB APODIENSE - NESTE DOMINGO 27 DE MARÇO - NO CAIC - ÁS 6:30 - VOCÊ É NOSSO CONVIDADO.



Em 2004

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) mesmo se iniciando em nossa cidade já se mostrou aos apodienses e lançou candidatos ao cargo de vereador nas eleições municipais daquele ano. Faziam a coligação os partidos PV - PSL – PCdoB.  Dois filiados do Partido foram os candidatos:

65 123 <> Francisco Mendes Rebouças Neto
65 444 <> Willan José da Silva

Neste 1º embate eleitoral, o Partido não logrou o êxito desejado para a legenda de eleger um camarada para a câmara municipal de Apodi.

EM 2007

O PCdoB apodiense passa por mudanças estruturais. Reformula e aumenta seus quadros dando assim início a um novo momento e uma nova forma de fazer política partidária. O PCdoB se reapresenta à sociedade apodiense em 2007 e começa a fazer o que não era o hábito um partido político fazer. Reuniões mensais, visitas nas comunidades, palestras com os jovens...

Em 2008

O PCdoB apodiense entendeu que era possível participar das eleições do ano seguinte com mais força, com mais ousadia com possibilidade de atingir seus objetivos. Queríamos nós, enquanto partido, conseguir uma cadeira no legislativo municipal, pois assim teríamos mais condições de fazer a luta partidária a nível local. Esse era o pensamento inicial. Entendíamos que na política não se chega de um dia para noite onde é preciso chegar. O processo é lento e tem que ser compreendido para o passo dado na frente seja realmente um passo dado para frente.

Iniciado o ano de 2008, o partido vai em busca da consolidação de seu propósito. Em suas reuniões de base decide que terá candidatura própria a prefeito e chapa de vereadores. É exatamente isso que acontece. O PCdoB lança chapa puro sangue. O prof. Flaviano Monteiro é o candidato a prefeito e José Maria da Silva o candidato a vice. Na chapa proporcional, 15 filiados com pretensões da candidatura.  Mas candidatos do que a lei permitira candidatar. Estavam passando 2. E pela 2ª vez, o PCdoB mostra que tem coletividade e postura de respeito com seus membros a assim como não houve qualaquer problema na escolha de Flaviano e Zé Maria quando estavam participando dessa escolha os camaradas Dr Paulo Viana e Gilvan Alves, na escolha proporcional o processo se deu sem grandes problemas e tudo foi resolvido no diálogo sincero em nome da unidade partidária. Estava criado o grupo político NOVA GERAÇÃO.

O PCdoB saiu só. Chapa puro sangue, como se fala. Não fez coligação nem na majoritária nem na proporcional. Foram 13 candidaturas do próprio PCdoB. Todos marinheiros de 1ª viagem. Estes candidatos receberam dos eleitores 4.584 votos.

*65555 - GENIVAN AÍRES DA COSTA
*65222 - FRANCISCO DE FRANÇA PINHEIRO
65123 - MARIA DILMA VIANA E CASTRO
65789 - JOSÉ DE ARIMATÉIA TARGINO ALVES
65456 - ANTONIO CAUBI MARCOLINO TORRES
65623 - ELSA PEREIRA MARINHO
65160 - ROBERTO HELLINKS DOS SANTOS SILVA
65444 - PEDRO FERREIRA FILHO
65888 - JOSÉ OSMAR DA COSTA JÚNIOR
65111 - GILCIVAN DE MORAIS VIANA
65000 - FRANCISCO PATRÍCIO DE FREITAS (IN MEMORIAN)
65777 - SÔNIA MARIA SOARES
65650 - WALCERLY ALVES FERNANDES SOUSA

Ao invés de uma vaga no legislativo, pensamento inicial, o PCdoB elegeu dois camaradas para a Câmara Municipal. Chico de Marinete e Genivan Varela. Passados dois anos de seus mandatos, o PCdoB apodiense se sente orgulhoso pela postura tida desses dois parlamentares até o momento e acredita firmemente que não haverá mudanças no comportamento desses dois vereadores.

Com relação a chapa majoritária, o resultado eleitoral colocou o partido como oposição ao atual governo municipal. 543 votos separam o governo municipal de Apodi do PCdoB. Uma campanha que ficará na história das campanhas politicas de nossa cidade.

Em 2009/2010

Dando continuidade ao processo iniciado e contrariando a opinião de poucos, o PCdoB toma mais uma decisão ousada. Discutirá com a sociedade a possibilidade de que Apodi tenha uma candidatura a deputado Estadual.     

Sai o grupo da NOVA GERAÇÃO apresentando e ouvindo do povo o que pensa dessa possibilidade. E o que é mais importante, recebendo apoio popular para seguir em frente com o propósito de que Apodi tem plenas condições de ter um representante filho de Apodi na Assembléia Legilslativa. Nasce o projeto FILHO DA REGIÃO.

O PCdoB, mais uma vez vai às ruas para pedir uma oportunidade de mandato. O nome escolhido para a tarefa é o Prof. Flaviano Monteiro. 65 444. Como slogan de campanha – SÓ DEPENDE DE NÓS – o prof. Flaviano consegue a marca histórica de um candidato a deputado estadual em votação em nossa cidade. Mais de 50% dos votos válidos. Mais de 11 mil votos. Faltou pouco, muito pouco para Apodi conseguir seu legítimo representante.

Como dissemos antes, o processo eleitoral é lento e tem que ser compreendido como normal ser assim. O que não podemos e não vamos fazer é deixar de seguir o nosso pensamento de continuar lutando para que um dia Apodi chegue onde já deveria estar.

Se depender de nós, que fazemos O PCdoB e A NOVA GERAÇÃO – a palavra de ordem será sempre. Apodi tem dono e o dono dessa terra é o povo. Contem conosco nessa luta – por todos nós e por nossa Apodi.

Parabéns Apodi pelos 176 anos e feliz aniversário PCdoB pelos seus 89 anos de luta pelo povo brasileiro.
 
Fonte ApodiPolitico

2 comentários:

Anônimo disse...

É O FUMO É O FUMO É O FUMO É O FUMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Anônimo disse...

Pensar no fumo é retroagir

Mínino e máximo