sábado, 30 de abril de 2011

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Impactos dos projetos de irrigação...

lascado20de20gravatah

Frases Idiotas do dia

O que é bom deve ser copiado ou não?!

Em quanto isso na Islândia

Tem culpa eu?!

Rosalba distorce realidade e não assume seu papel


Governadora diz que Presídio Federal é responsável por crimes em Mossoró

Eureca!!

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) descobriu o porquê do quadro de "guerra civil" em Mossoró, com 63 homicídios (até este horário, 8h51 de terça-feira, 26 de abril de 2011).

Segundo declarou em Pau dos Ferros no sábado (23), "isso é reflexo do Presídio Federal, que fui contra, ter se instalado na cidade. Isso fez com que surgisse esse cenário de guerra".

É para rir ou para chorar?

Francamente.

A governadora passou a campanha eleitoral do ano passado atribuindo a escalada da violência ao governo Iberê Ferreira (PSB). Agora, muda o foco, sem alterar a forma e a direção: apenas transfere responsabilidades com base em conveniência política.

Se em Mossoró a culpa é do Presídio Federal, em Natal será a Ponte de Todos, a Ponte Newton Navarro, obra da ex-governadora Wilma de Faria (PSB).

Claro que a culpa não é tão somente de sua gestão, mas jogar para os muros do Presídio Federal esse amontoado de cadáveres, milhares de assaltos à mão armada, roubos de veículos, tráfico de drogas etc. é um insulto.

Insulta a inteligência alheia e agride os fatos, quando deveria encarar de frente o problema que é também seu, mas não apenas seu.

Será que o ex-superintendente da Polícia Federal no Ceará, Aldair Rocha, atual secretário da Segurança Pública do RN, concorda com o disparate da governadora?

Claro que não.

Ninguém com o mínimo de distanciamento crítico e bom senso ampara esse embuste. Puro sofisma, desfaçatez. Apenas néscios engolem essa ideia.

Em parte, primeiro é preciso que entendamos o quadro de uma forma ampla e não apenas amparado no discurso paroquial e politiqueiro.

Violência é uma mazela nacional. É resultado da ausência do Estado na assistência sobretudo à juventude. Também se explica por um modelo prisional atrasado, que não ressocializa ninguém.

Parte do problema está ainda na legislação penal-processual, que continua facilitando a vida dos marginais. A impunidade é a chave de quase tudo.

Em termos de Rio Grande do Norte, a polícia é desaparelhada para investigar, sem meios à inteligência e está na Idade da Pedra Lascada em termos de ação científica.

A governadora esquece que hoje, dia 26 de abril de 2011, faz dois anos do concurso público para Polícia Civil e ninguém é convocado. Tem delegado comandando delegacias em mais de 19 municípios simultaneamente.

Falta combustível para viaturas, faltam viaturas, não se paga diária operacional etc.

Atribuir ao Presídio Federal a culpa por todos os crimes ocorridos em Mossoró é falácia. Sua postura é inaceitável para quem deveria dar exemplo de serenidade. Falta ser incisiva no enfrentamento dessa situação, isso sim.


Seu discurso é um ramerrame cansativo, que em nada ajuda a reduzir a progressão do crime. Na verdade, contribui para que mantenhamos uma atmosfera de permanente campanha política, sem o debate sério e honesto quanto às maiores demandas da sociedade.

Chega de trololó!!

Ao trabalho.


Fonte: Blog do Carlos Santos

Agora Sai!

PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI/RN
RESULTADO DA TOMADA DE PREÇO 001/2011
A Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura Municipal de Apodi/RN torna público o resultado Final da Tomada de Preço 001/2011, para contratação de empresa para EXECUÇÃO DE OBRAS DE REFORMA E AMPLIAÇÃO DA ESCOLA MUNICIPAL RAIMUNDA FLORÊNCIO DE OLIVEIRA, LOCALIZADA NO DISTRITO DE MELANCIAS, ZONA RURAL DESTE MUNICÍPIO DE APODI/RN, a empresa GARRA CONSTRUÇÕES LTDA - CNPJ: 08.752.534/0001-86, com o valor venal de R$ 200.767,74(Duzentos mil, setecentos e sessenta e sete reais e setenta e quatro centavos). Apodi-RN, em 26 de abril de 2011. Antonio Francisco de Oliveira – Presidente CPL.

terça-feira, 26 de abril de 2011

Frase idiota do dia

É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota do quer falar e acabar com a dúvida.
Abraham Lincoln

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Dedo na Venta forever...

TURMAS DA UFERSA JÁ ESTÃO FUNCIONANDO NA ESCOLA LOURENÇO GURGEL


Turmas funcionam nas novas salas, no turno vespertino.

Desde ontem (18), a Escola Estadual Professor Lourenço Gurgel de Oliveira acomoda duas turmas do Curso de Ciência e Tecnologia do Campus da UFERSA/Caraúbas.

Conversando com o vice-diretor da escola, o professor Canindé Costa, ele não escondeu a satisfação em relação à parceria com uma das principais universidades do RN. "Uma parceria como esta sempre será bem vinda. Contando com os cursos do Programa Brasil Profissionalizado e com o apoio da UFERSA, temos tudo para desenvolver grandes projetos", disse.

Além de receber os acadêmicos, a escola também foi contemplada com o Programa Conexões de Saberes, que beneficia estudantes de baixa renda com um cursinho pré-vestibular gratuito.

Fonte: http://www.caraubashotnews.com.br/

terça-feira, 19 de abril de 2011

Frases Idiotas do dia

Beleza é profunda, a feiura se vê logo.

Renovação

Anábia Feitoza foi nomeada diretora da Casa de Cultura de Apodi

Antes de dizer qualquer coisa preciso agradecer a confiança em mim depositada pela Prefeita do nosso município Maria Gorete da Silveira Pinto, por reconhecer que tenho capacidade de desenvolver um bom trabalho dentro da nossa Casa de Cultura Popular Palácio Soledade. Tentarei fazer o que for possível, e o que estiver ao meu alcance para realizar tudo que me propus a fazer, como:
Desenvolver oficinas de teatro;
Oficinas de dança;
Oficinas de pintura;
Oficinas de música;
Oficina de artesanato em palha e cerâmica;
Organiza a biblioteca;
Apoiar e fortalecer os grupos culturais existentes no município;
Formar um coral;
Produzir festivais de leitura, poesia e de teatro;
Produção um documentário sobre a cidade;
Ativar as lojinhas existentes na Casa de Cultura para que passem a funcionar diariamente em todos os horários, ajudando assim a divulgar os nossos artesãos e artistas plásticos.
Pretendo fazer tudo isso buscando parceiros, privados e públicos e a população em geral, porém desde já, que a Casa de Cultura será um local para ser desenvolvida a cultura do nosso município, então qualquer outra atividade que não esteja relacionada com a cultura deverá ter previa autorização para acontecer.
Desde já agradeço a todos que venham ser meus parceiros nessa nova jornada da minha vida.


Atenciosamente!
Anábia Feitoza 
 
Fonte: http://apodibaixodopano.blogspot.com/

Oferta!

Você é da Oposição?
Quer mudar de lado?
Tá afim de uma bonificação?
Prepare-se, pois vão bater em sua porta
em 3,2...

Atelier da Lúcia Cará amanhã em frente à praça matriz

Apodi tem tantos valores que até o seu povo desconhece. É o caso da artesã Lúcia Maria Tavares, mais conhecida por Lúcia Cará. Decoração e criação de peças artesanais como camisetas, bolsas, entre outros produtos...
“O Atelier ou UTI das Roupas de Lúcia Maria Tavares traz em seu conceito a arte dos tempos antigos, onde cada peça tem seu valor único, aliada a praticidade dos dias atuais unindo detalhes antigos a formas modernas e arrojadas”.
O professor Flaviano Monteiro convidou e entrevistou na noite de hoje no programa Observador Político, Lúcia Maria Tavares. Ela trabalha com costuras, camisetas, bolsas, consertos, tudo é artesanal. Todas com caricaturas dos índios Tapuias Paiacus – que foram os primeiros habitantes de Apodi às margens da lagoa. De acordo com Lúcia ela pretende transformar numa marca apodiense.
“Esse é o diferencial de Lúcia Tavares, o trabalho com caricaturas dos índios que aqui já estavam antes da civilização chegar. Um trabalho belíssimo, diga-se de passagem”. Escreveu o prof. Toinho em seu blog.
Professor Flaviano Monteiro indagou o que a levou a trabalhar com caricaturas dos índios. Qual sua relação com os índios?
“Os índios são bacanas, humildes, simples, tenho um fascínio pelos índios e se é de homenagear algo que está longe de nossa realidade, por que não homenagear os índios em meu trabalho”? Afirmou.
A artesã apodiense que já morou em São Paulo, disse na entrevista que realizou uma viagem até Mato Grosso e lá conheceu uma tribo indígena. E por lá falou muito bem de suas origens, destacando a vida dos índios Tapuias Paiacus que habitaram nossa queria Apodi. Mas, antes de deixar Apodi, Lúcia destacou as inúmeras vezes que tomou banho na Lagoa do Apodi. “Como vocês deixaram aterrar nossa lagoa daquele jeito” reclamou Lúcia Tavares durante a entrevista.
Lúcia Tavares estará expondo seu trabalho em barracas de Camping amanhã (19), dia do Índio no centro da cidade. Prestigiem o belíssimo trabalho desta artista apodiense.
Atelier ou UTI das Roupas: Rua Marques de Herval, 52 (por trás da Igreja Batista) – Centro Apodi-RN. Contato: (84) 9231-0032.

Fonte: http://apodiario.blogspot.com/

Não existe a menor possibilidade da Nova Geração estar no mesmo palanque da prefeita em 2012, afirma Flaviano Monteiro


O suplente de vereador Pedro Júnior, perguntou agora há pouco no programa Panorama Político da Rádio Cidade.
Motivo: Izauro Camilo e Dilma Viana, o primeiro foi coordenador de sua campanha em 2008, a segunda é suplente de vereadora pelo PCdoB estarem ao lado da prefeita. Sobre as conversas nas esquinas da cidade. “Se a Nova Geração estaria no mesmo palanque da prefeita em 2012”?
- Professor Flaviano Monteiro: faço parte de um grupo, costumo decidir minhas opiniões no coletivo. As urnas em 2008 nos colocaram na oposição e hoje fazemos oposição a prefeita. Por isso, “não há a menor possibilidade da Nova Geração de Apodi estar no mesmo palanque da prefeita”.
O que posso afirmar é que a Nova Geração tem um candidato nas eleições de 2012, estamos observando os melhores nomes pra definir quem sai candidato.
Já em relação ao Prof. Izauro Camilo e a Profa. Dilma Viana só tenho é que agradecer e desejo uma boa sorte aos dois.

Fonte: http://apodiario.blogspot.com/

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Dedo na Venta forever...

CONSTRUÇÃO DO CAMPUS DA UFERSA/PAU DOS FERROS SEGUE EM BOM RITMO

| |

Seguem em bom ritmo as obras de construção do Campus da Universidade Federal Rural do Semi Árido do município de Pau dos Ferros/RN. Cerca de 80 homens trabalham nos prédios, que ocuparão uma área de 10 hectares

Os trabalhos foram iniciados no dia 31 de janeiro e a expectativa de conclusão é para um período de dois anos. O campus da UFERSA/Pau dos Ferros oferecerá 1.200 vagas no curso Bacharelado em Ciência e Tecnologia.

sábado, 16 de abril de 2011

Letra e "Musga" (se liga na poesia)

Balada De Agosto

Fagner E Zeca Baleiro

Composição : (fagner E Zeca Baleiro)
Lá fora a chuva desaba e aqui no meu rosto
Cinzas de agosto e na mesa o vinho derramado
Tanto orgulho que não meço
O remorso das palavras que não digo
Mesmo na luz não há quem possa se esconder no escuro
Duro caminho o vento a voz da tempestade
No filme ou na novela
É o disfarce que revela o bandido
Meu coração vive cheio de amor e deserto
Perto de ti dança a minha alma desarmada
Nada peço ao sol que brilha
Se o mar é uma armadilha nos teus olhos

terça-feira, 12 de abril de 2011

SECRETARIO ADJUNTO DA SEMARH VISITA POTENCIAL DA BARRAGEM DE SANTA CRUZ DO APODI




Na última quinta-feira (7) Jader Torres, sec. Adjunto da SEMARH, a convite da Nova Geração esteve em Apodi visitando o potencial da Barragem da Santa Cruz. Este convite havia sido agendado com o Sec e vice gov. Robson Faria através do Deputado Fábio Faria, quando a Nova Geração foi recebida em natal no mês de janeiro.


Acompanhado pelos membros da Nova Geração e da sociedade civil organizada apodiense o Sec Adjunto teve a oportunidade ver in loco todas as reivindicações da sociedade de Apodi com relação ao potencial de nossa Barragem. Canal do Riacho do Ameno – aprox 250m que beneficiaria cerca de 90 famílias que trabalham na agricultura familiar das seguintes comunidades: Ameno, Santa Rosa I, Sítio Caboclo, Várzea da Carreira, Carpina, etc...



Complexo turístico da Barragem – Concluir e botar para funcionar. O que foi feito está se deteriorando sem ser utilizado. Projeto piloto de irrigação. 230 hc. Tal projetpo beneficiaria 116 famílias com água praticamente a custo zero. Esta água chegaria por gravidade aos mini-fundos.



Todas essas lutas foram encampadas pela sociedade civil do Apodi, através do FORUM. No governo anterior foi conseguido os projetos e o inicio da construção do complexo. Nesse governo, se busca a retirada do papel e ação no sentido de se concretizar em realidade cada um deles

Frases Idiotas do dia

A quarta vez a gente nunca esquece.

Título em cima do Fla tem gosto de revanche para juniores do Botafogo

Cidinho lembra da final do Estadual de 2010, perdida para o rival, e admite que ficou emocionado após vencer o Rubro-Negro neste domingo


A data era 16 de outubro de 2010. Os sonhos de 22 meninos entravam em campo. Era a final do Campeonato Carioca Juvenil. Ao último apito, o gramado virou palco de uma festa rubro-negra. O Flamengo venceu o Botafogo por 2 a 0 e levantou o troféu. Do outro lado do campo, descendo as escadas para o vestiário, Cidinho chorava, lamentando a perda do título. Mas com uma certeza: o dia da virada iria chegar.
E ele chegou. Demorou seis meses, mas chegou. Neste domingo, Cidinho chorou novamente. Só que dessa vez as lágrimas eram de alegria. O Botafogo bateu o rival rubro-negro por 1 a 0 e conquistou a Taça Guanabara. Um troféu que teve um gosto a mais para o meia alvinegro.
- No ano passado, eu perdi para eles. Então, fiquei emocionado quando ganhamos agora. Comecei a chorar. Foi muito bom ganhar deles – disse Cidinho.
juniores do Botafogo no centro de treinamento (Foto: Mariana Kneipp / GLOBOESPORTE.COM)Jeferson, Jairo e Cidinho comemoram o título alvinegro (Foto: Mariana Kneipp / GLOBOESPORTE.COM)
Autor do gol de pênalti que terminou com um jejum de dez anos sem títulos de turnos estaduais dos Juniores do Botafogo, Jairo resumiu o sentimento da equipe com uma frase conhecida da torcida rival.
- Flamengo é Flamengo. Ganhar deles é muito bom.
Já o meia Jeferson preferiu não polemizar e apenas lembrou da importância que a conquista terá no futuro dos três jogadores, que já foram relacionados para o time profissional em 2011, e para o restante do grupo.
- Estou há dois meses no clube e já cheguei com título. Isso é muito importante para a gente, para subir o mais rápido possível para os profissionais. Assim, subimos com mais peso – concluiu

Fonte: Globo Esporte

segunda-feira, 11 de abril de 2011

NOVA GERAÇÃO FAZ VISITA À COMUNIDADE DE CANTO DE VARAS


Dando sequência as ativiades visando à construção de um projeto político a ser apresentado a sociedade apodiense, a Nova Geração fez uma visita a mais uma comunidade de Apodi que não tem sido vista pelo poder publico municipal.

Depois de presenciar o descaso com o bairro BIAXA DO CAIC, no úlitmo dia 27,  dessa vez se viu de perto o que acontece também na comunidade de Canto de Varas.

As reclamações dos moradores e suas reivindicações não chegam aos ouvidos dos que detem os mandadtos e que poderm de fato resolver seus problemas. E se chagam não são atendidos.

A principal reivindicação da comunidade é que lá não tem água. Uma situação de um contraste gritante, já que essa comunidade fica em cima do lençol freático do nosso município. O que faz o abastecimento de água para esse povo é que eles tem duas “roladeiras”.

Outras reivindicações feitas por esses moradores:

* Com a instalação do IFRN se faz necessária a criação de Lombadas na estrada. Isso evita acidentes. * Iluminação pública é outra questão que faz a comunidade se sentir fora do tempo. * Um oreilão que possa facilitar a comunicação dessas pessoas num caso de emergência. * Uma parada de ônibus. * Que seja feito o corte do mato , na beira da estrada. * Moradia, para acabar com as casas de taipa que lá ainda existem.

O grupo da nova geração deixou claro para aquela comunidade que estava ali para verificar o que realmente está acontecendo e levar o debate para a sociedade. O vereador Chico de Marinete, que também estava na visita se comprometeu em levar todos esses problemas para a tribuna da Câmara na próxima quinta-feira.

A Nova Geração deixou claro que não pode resolver esses problemas pois não tem mandato de execução de obras, isso é obrigação do poder público – prefeitura
 
Fonte: Apodi Político.

sábado, 9 de abril de 2011

Agora Sai!

PREFEITURA MUNICIPAL DE APODI
AVISO DE LICITAÇÃO – T.P. N O001.2011 .
O Presidente da C.P.L. da Prefeitura Municipal de Apodi, no uso de suas atribuições legais, torna público que no dia 26 de abril de 2011, às 10h00min, fará licitação na modalidade Tomada de Preço, objetivando a contratação de empresa para construção de empresa do ramo de construçào civil para execução de obra de reforma e ampliaçào da Escola Municipal Raimunda Florencio de Oliveira, zona rural deste Município de Apodi RN. Os interessados em adquirir cópia do edital deverão comparecer a sede da Prefeitura Municipal, localizada na Pça. Francisco Pinto, 56 – Centro – Apodi/RN – fone: (84) 3333-2123, de segunda-feira a sexta-feira, das 08h00min às 12h00min. Antonio Francisco de Oliveira – Presidente – CPL. – Apodi RN, 08 de abril de 2011.

Agora Sai!

PREFEITA INICIA AS OBRAS DA CRECHE MODELO

A prefeita Goreti deu inicio a construção da Creche Modelo no bairro Cruz de Almas Apodi-RN essa é uma obra de uma  importância fundamental  para as melhorias da educação de Apodi.

Obras sendo iniciadas

Vêira, Goreti, Moesio e responsável pela obra

Operários na obra

quarta-feira, 6 de abril de 2011

PROFESSORES DO ESTADO SE MOBILIZAM POR MELHORIA SALARIAL

Foi lançada pra valer a campanha salarial no estado do Rio Grande do Norte pelo SINTE, neste inicio de abril. Segundo os diretores que participaram das últimas audiências com a secretaria de Educação do estado, Betânia Ramalho, a mesma não apresentou nada de concreto para a categoria, já se fala até em um movimento grevista no estado por parte dos professores, aliás já existe um calendário de luta a ser cumprido que fatalmente culminara com uma  grande greve é somente questão de dias, isto é se as  reivindicações dos professores não forem atendidas. Por exemplo, uma dessas reivindicações é, se for dado trinta por cento para os funcionários no mês abril que seja dado também ao magistério, e com  relação ao piso  nacional salarial, revisão de plano de carreira,  a secretaria não quer nem ouvir falar. Na capital já se fala na substituição da mesma  por ela não ter dado respostas aos problemas  mais grave  da educação. O sindicato vai mobilizar a categoria em todo estado e pressionar a governadora Rosalba  Ciarline para que cumpra as promessas de campanha que fez  quando candidata  de melhorar a educação.
 
Fonte: http://evilazarocomenta.blogspot.com/

A quem interessar!

O cruzamento das Ruas Enéias Barbosa com Hélio Marinho há mais de um mês as escuras...

Piada idiota do dia

Fight!

Nosso milhão...

Não ficamos muito pra trás mandamos buscar nosso milhão! mas como o BaixodoPano não dá pra competir, parabéns Dr.2.0

Frases Idiotas do dia

Eu era feio, agora tenho um carro.

terça-feira, 5 de abril de 2011

A luta de uma Professorinha

Uma academia que agoniza

Em Apodi, entidade que reúne jovens alunos, amantes da literatura, poderá fechar suas portas
Mário Gerson
Da Redação da Gazeta do Oeste

Já não existem tantos grêmios literários como antigamente. As escolas primam, cada vez menos, pelo bom trabalho de literatura e a internet traz resumos mal elaborados sobre livros e autores. Está aí o Google para não nos deixar cometer injustiça...
Nas cidades de pequeno porte, os grêmios literários e os concursos de poesia sequer são citados quando se fala em promoção cultural. Bandas de forró e carnavais fora de época são dois exemplos que arrastam multidões e esvaziam os espaços destinados à leitura. Em Apodi, uma proposta diferenciada de uma professora local pode simplesmente deixar de existir. Trata-se da Academia Estudantil de Letras Poeta Antônio Francisco. Fundada em 2008, a entidade possui membros (estudantes) por toda a localidade e é exemplo de despertar para a leitura num Estado em que seus autores penam para publicar livros e não sabem o que é apoio de livrarias. "A academia surgiu diante de uma inquietação que sempre tive com relação à leitura praticada em nossas escolas. Incomodava-me (e ainda incomoda) a não existência de espaços que promovam o gosto pela leitura nas escolas. O que a maioria de nossas escolas promove é a obrigatoriedade da leitura, não o prazer. Agindo assim, só afastamos nossos estudantes da magia que a literatura pode nos proporcionar. A Academia Estudantil de Letras surgiu dessa necessidade. Senti que ela poderia ser uma excelente oportunidade de oferecer aos nossos jovens momentos prazerosos de contato com a leitura, de forma espontânea; com incentivo, não com cobranças", destaca Rokátia Kleânia.
Segundo ela, o grupo começou pequeno, coisa de meia dúzia de alunos. "Aos poucos, de forma espontânea, foram chegando mais. Na solenidade de fundação, 2008, já éramos 17. A partir daí, o grupo só cresceu. Hoje, temos aproximadamente 40, entre titulares, correspondentes e simpatizantes", diz.
A professora salienta que apesar de não contar com recursos financeiros, realiza, além das rodas de leitura e contação de histórias, seminários sobre os patronos, encontros com escritores, oficinas de poesia e de teatro e passeios a bibliotecas, museus e teatros. "Fizemos apresentações culturais em eventos dentro e fora da escola e, ainda, participamos da Feira do Livro em Mossoró, com direito à exposição de textos literários produzidos pelos próprios acadêmicos", destaca.
Atualmente, a realidade da academia estudantil é delicada. "Quando iniciei com o grupo, era professora da Sala de Leitura da Escola Lourdes Mota e isso fazia com que tivesse mais disponibilidade de tempo para planejar e executar as atividades acadêmicas, além de certa liberdade de realizar essas atividades em meu horário de trabalho. Muitas oficinas, seminários e círculos de leitura foram realizados na própria biblioteca, sem atrapalhar o trabalho da Sala de Leitura, nem o desenvolvimento das outras atividades. O fato de executar todo trabalho acadêmico sozinha dificultava, mas não chegava a atrapalhar o seu andamento", diz.
No entanto, desde 2010 a professora foi removida da Sala de Leitura e conduzida de volta, com carga horária completa, à sala de aula. "Isso tem prejudicado bastante o andamento da AEL, uma vez que possuindo 50 hora/aulas por dia, se torna praticamente impossível para apenas uma pessoa planejar e realizar as diversas atividades que a academia requer. Afinal, a proposta da AEL é oferecer aos estudantes momentos prazerosos de contato com a leitura e isso demanda tempo e dedicação não apenas na execução das atividades, mas principalmente no planejamento e preparação dessas ações", destaca.
Ela lamenta que devido a isso as atividades tenham diminuído. "Em 2008 e 2009 tínhamos, em média, dois encontros semanais. No início de 2010, passamos a nos reunir quinzenalmente, mas devido à inviabilidade, os encontros passaram a ser mensais. Agora, em 2011, só tivemos um único encontro até agora", salienta.

UM FECHAMENTO IMINENTE - Com isso, o cenário não é nada animador. A falta de apoio tem tornado inviável o crescimento da AEL. "Lutamos para não deixar morrer esse grupo de pequenos futuros imortais. A iminência do fim da AEL dói intensamente em mim, mas dói mais ainda nos jovens acadêmicos. Afinal, ninguém mais do que eles sabem o quanto a AEL significa em suas vidas. Ninguém melhor do que um acadêmico para sentir os benefícios que um projeto dessa natureza provoca na sua vida escolar, familiar e, sobretudo, na sua vida em sociedade", lamenta a professora.
Nesse sentido, ela destaca que é fundamental que se reveja "a forma como a prática de incentivo à cultura literária é desenvolvida em nosso país. Precisamos ampliar e melhorar os poucos espaços que possuímos e promover ações de incentivo não apenas ao hábito, mas especialmente ao gosto pela leitura, prática indispensável nos dias de hoje. Só assim, com uma completa transformação de postura e atitude, nosso país terá um povo mais culto e, sobretudo, mais crítico e desenvolvido", diz.


'Academia pode contribuir na melhoria na hora da aprendizagem dos jovens'

De acordo com a professora, a entrada para a AEL ajuda, sim, aos estudantes, na melhoria da aprendizagem. "A AEL pode, sim, contribuir significativamente na aprendizagem dos jovens que participam de suas atividades, uma vez que a leitura amplia nosso vocabulário, nossa visão de mundo. Além disso, a realização de seminários possibilita aos estudantes exercitarem o 'protagonismo' juvenil tão necessário no desenvolvimento da aprendizagem", diz.
Além disso, ela acrescenta que os estudantes alegam que lá a leitura deixa de ser algo chato e cansativo e passa a ser divertido. "Alguns dizem também ter muito orgulho em serem acadêmicos. Afirmam que a academia os faz se sentirem importantes, pois lá têm vez e voz. Através da AEL, eles deixam de ser meros espectadores e passam a ser protagonistas, valorizados dentro e fora da escola. Acredito que por isso a maioria continua participando dos encontros, mesmo quando conclui o ensino fundamental e precisa se transferir para outro estabelecimento de ensino", fala. "Visamos tão somente proporcionar aos jovens o contato prazeroso com a leitura, de forma a torná-lo um legítimo leitor. Todavia não se pode negar que uma coisa pode levar a outra. É o que ocorre com alguns de nossos acadêmicos que, com a prática constante da leitura, acabaram se identificando com as letras e já começam devagarzinho a produzir seus próprios textos literários", comenta.
Ela, no entanto, aponta um dado triste. "Infelizmente, o que vemos em Apodi são muitos talentos literários sendo adormecidos ou, quiçá, destruídos devido à ausência de ações, que promovam à prática da leitura e o exercício da produção literária. É o caso de Marina Viana, acadêmica, 17 anos, uma poetisa de mão cheia, que já possui uma rica produção poética. Contudo, apesar de nossos esforços, até o momento não conseguiu recursos para a publicação de seu primeiro livro", lamenta. 


Fonte: Gazeta do Oeste

Opancada de férias

Quando a esmola é muita...

Camadas

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Mais um amigo se foi

Soube a pouco do Falecimento de Sr. José Messias (Zé Messias do Disco Som), homem de visão um empreendedor, que teve a ideia de trabalhar com música em um tempo que ninguém imaginava que teve loja de revistas e criou uma banda de Música que hoje é o Stilo Musical, Pai de dois grandes amigos Jean e Vinicius, nesse momento sei que palavras não são capazes de amenizar a dor da perca, mas fica meus sinceros votos de pesar.
Lembro de muitas vezes em minha infância iniciou de adolescência em que ia ao Disco Som comprar LP's e fitas K7, e sempre tinha a oportunidade de escutar as músicas de seu Zé Messias, que colocava a caixa de som na janela de sua loja e levava um pouco de alegria a todos aqueles que passavam na BR 405. Que descanse em paz.

Prof Flaviano Monteiro é entrevistado na TCM - TV a Cabo de Mossoró

Na última quinta-feira (31), Julierme Torres e o professor da UERN Antonio Gomes entrevistaram o professor flaviano no programa cenário político nos estúdios da TCM, TV a cabo de Mossoró.

O programa cenário politico é o tipo de programa que não deixa o politico falar meias palavras, é o preto no branco. Vários temas foram tratados além da politica como, os problemas estruturais da região Oeste, eleições 2012, a questão universitária de Apodi.
Os âncoras ficaram admirados, por exemplo, quando Flaviano expôs o fato de todo dia sair de Apodi sete ônibus lotados de Universitários, seis para Mossoró e um para o município de Caraúbas.
Ao final do programa Julierme Torres disse que a nova geração em Apodi vem construindo um modelo de ruptura politica com sistemas arcaicos que não se consegue ver em nenhum munícipio do Rio Grade do Norte.

Os âncoras do programa ficaram também admirados com fato de Flaviano ter tirado tantos votos em 2010 em Apodi, destacando que a votação tirada pelo professor pareceu mais a votação de uma eleição para prefeito, quando concorrem no máximo três, e não de uma eleição para deputado, quando Flaviano concorreu com mais de cinquenta candidatos.
Fotos: Moésio Marinho
Fonte: Blog do Prof. Toinho

Reunião dos Democráticos

Centenas de pessoas participam de encontro do GRUPO DEMOCRÁTICO














Quase quatrocentas pessoas assinaram a folha de presença da reunião realizada na noite deste sábado, 02 na AABB, que teve uma maciça participação popular, principalmente da zona urbana de nossa cidade, já que os dois primeiros encontros haviam sido realizados na zona rural de nosso município.

A mesa foi ampla e bem representada por integrantes do GRUPO DEMOCRÁTICO, e teve a presença dos ex-prefeitos Pinheiro, e Simão, dos empresários, Berg Morais, Adriano Trovo, Suelinton, do presidente do PSDB Solon Regalado do Vale do Apodi, dos Vereadores, Pelé de Caraúbas, Paulo de Telécio, Ângelo Suassuna, Júnior Carlos e Evangelista e ainda do Deputado Estadual Gilson Moura.

Na platéia lotada, ausência de pessoas de comunidades rurais que justificaram suas ausências por conta das chuvas que caíram de forma intensa sábado à tarde, mas mesmo assim varias representações, e nomes ilustres como o do empresário Vicente Jales, Bico Torto, Pedrinho de Lolôia, Zulmim, Urbano e Alderi da Região da Areia, Geraldo pedreiro ex-candidato a vereador, Alfredinho, João de Lauro ex-candidato, Fábio Fashion pré-candidato a vereador, professor Jeone Morais, Mozart Sales, Chicola, Adão da verdura, Tiê, Gidalton da comunidade de Santa Cruz, os advogados Zê Rêgo e Expedito Maia, José de Arimateia, Castelo Morais, Marcio de Massau, Rosalvo, fazendo a cobertura do evento Josenias Freitas, professor Toinho, João Paulo e Wilson Oliveira, entre outros vários nomes. 
 
Fonte: Josenias Freitas